fbpx

Blog

5 dicas para criar uma super playlist no Spotify



Spotify

Organizar uma coleção personalizada de músicas favoritas nunca foi tão fácil. Em tempos digitais, serviços de streaming como Spotify permitem que você crie pastas separadas por artistas, estilos musicais, época ou pela forma que você bem imaginar.

Houve um tempo em que as fitas cassetes reinavam. Era necessário esperar a música tocar na rádio e torcer para o bendito locutor não entrar antes da música acabar (ou depois dela começar) e apertar rec+play pra coisa funcionar. Era trabalhoso, cansativo e demorado. Mas era muito divertido. Depois disso, era colocar a fita no ‘walkman’ e sair pelo mundo afora ouvindo a super playlist criada com muito suor.

Hoje tudo ficou mais prático: você pode contar com um extenso acervo musical, dividido em várias categorias e ouvi-las na hora que bem entender, bem como baixá-las no próprio app.

Ainda assim, por mais diferente que seja o processo, algumas coisas nunca mudam. O objetivo em mandar bem na seleção musical sempre foi o foco. Confira aqui 5 dicas pra você montar a sua:

1) Escolha um tema apropriado

Uma das maneiras de acertar na playlist é lembrar de onde você vai ouvi-las. Se seu objetivo é escutar música durante uma atividade física, lembre-se que uma música relaxante pode não combinar com uma corrida. Em contrapartida, um momento de relaxamento pode não ser adequado com um heavy-metal. E por aí vai. Isso não significa que você não possa criar uma playlist por gênero musical diversificada para um momento neutro.

2) Beba da fonte de listas já criadas pelo Spotify

Ok, você sabe muito bem que tipo de música você gosta. Mas acredite, as listas montadas pelo próprio Streaming vão te oferecer muita referência de artistas ou músicas que você não conhecia ou nem lembrava. Vale a pena dar uma ouvida antes de começar a sua.

3) Nunca subestime o Spotify

O sistema de inteligência artificial do Streaming é incrível. Fique atento e perceba as sugestões que o programa oferece enquanto você monta sua lista. Ela detecta o que você está criando e na parte debaixo da lista da seus pitacos.

Daí você prepara uma playlist pra uma festa de aniversário. E não percebe que o tempo máximo que ela vai durar é 40 minutos. O Spotify termina de tocar a última musica e volta para o início, começando o ciclo infinito que a função “repeat” proporciona. Por isso, sempre calcule o tempo que a playlist precisa para não ficar cansativa. E deixe ligado a função de sugestão do streaming para que o Spotify insira outras músicas relacionadas ao estilo da playlist caso ela termine antes.

5) Existe vida fora do Spotify

Criar playlists demandam tempo. Muitas vezes, também precisam de trabalho e pesquisa. Ok, como já falamos, o Spotify ajuda bastante, mas procurar por artistas e novas canções em outras plataformas pode abrir sua mente e trazer novas possibilidades. Pense nisso.

Conclusão:

Montar uma super playlist não é nada difícil, mas requer muito carinho e cuidado para que ela fique do jeitinho que você imagina. Vale lembrar que o Spotify Premium conta com a função “baixar músicas” para que você possa levá-las onde você quiser, mesmo que saia do alcance da sua internet wi-fi e não queria gastar com seus dados móveis.

Aproveite sua internet da Poxnet e monte a sua!

10 de novembro de 2020

[ssba-buttons]

Entre em contato conosco

Entre em contato e saiba como a POXNET pode ajuda-lo a conectar-se ao seu mundo.